Home Empreendedorismo Principais passos de como organizar suas finanças pessoais!

Principais passos de como organizar suas finanças pessoais!

0
Compartilhe
sistema-gráfico

Quando o assunto é como organizar suas finanças pessoais muitas pessoas não sabem exatamente como lidar. Uma pesquisa realizada pela Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) apontou que o número de famílias endividadas cresceu de 56,4% para 57,1% só em julho de 2017. 76,8% das famílias brasileiras que estão endividados por conta do cartão de crédito, e logo atrás ficam os atrasos de carnês com 15,4% e depois crédito pessoal com 11%. Por isso é importante que não só os empreendedores, mas todos saibam como organizar suas finanças pessoais. É um grande passo para não fazer parte dos 35 milhões de brasileiros inadimplentes.

Tenha uma boa educação financeira

Um planejamento financeiro começa com a educação financeira, para isso você deve saber como guardar, poupar, ganhar, e investir seu dinheiro. Use ferramentas que possam te auxiliar nesse planejamento, como por exemplo planilhas e post-it.

Caso você tenha um gasto maior, pode contar também com a ajuda de um contador, ele te auxiliará na organização de suas finanças, e mostrará o quanto você pode gastar, investir ou guardar do seu dinheiro. Muitas vezes uma reeducação financeira é necessária, então aprenda a ter controle do seu dinheiro e procure gastar com a necessidade, e não com o desejo.

Faça um controle de orçamento

Para ter um controle do seu orçamente é ideal que você utilize uma planilha, e defina quais são os gastos mensais essenciais. Eles podem variar de gastos fixos, como água, luz, telefone, alimentação, transporte, aluguel e outros. Até os gastos esporádicos como, veículo, cuidados pessoais, lazer, medicamentos e vestuário. Some todos eles até chegar em um valor final.

Depois some toda renda recebida pela família, todos os salários, pensão, e pagamentos extras, e some os valores. Confira se os valores de gastos e renda conferem, o valor da renda sempre deverá ser maior que de gastos. Dessa forma você saberá se a redução ou corte de algum gasto será necessário.

controle-de-orçamento
Veja acima uma tabela de como elaborar uma planilha para controlar suas finanças pessoais!

Procure estabelecer metas

Se você deseja comprar algo, se planeje e estabeleça metas afim de cumpri-las. Você tem a opção de pagar a vista e no cartão de crédito. Por isso te mostraremos como organizar suas finanças pessoais e saber qual opção é a melhor para você.

Cartão de crédito

Ao comprar com o cartão de crédito você tem a possiblidade de obter o produto em mãos logo, e parcelar o valor. Porém quando escolher esse tipo de pagamento precisa ter muita cautela e disciplina. Procure utilizar essa opção apenas quando tiver certeza que os valores das parcelas não comprometerão seu orçamento nos próximos meses. Não atrase as faturas de seus cartões, pois isso além de gerar multas e juros altíssimos pode sujar seu nome.

Compra à vista

Na compra à vista talvez você leve mais tempo para ter em mãos o produto almejado, porém dessa forma você terá um controle maior sobre seu dinheiro. Vamos supor uma situação que você deseja comprar um celular no valor de R$1.400, porém esse valor é maior que o seu orçamento. Para não comprometer o seu limite do cartão de crédito, estabeleça uma meta que durante 5 meses você irá separar um valor de R$280 todo mês.

Você pode optar por depositar em uma conta poupança, pois assim no final do processo, você terá os rendimentos da conta. E ainda levando em consideração que comprará o produto à vista, você pode ter descontos no valor no momento da compra.

Finanças Pessoais X Finanças Empresariais

O artigo de número 4 da resolução 750/93 do Conselho Federal de Contabilidade afirma que independente de pertencer a uma pessoa ou um grupo de societários os bens empresariais não se misturam com os bens particulares.

“Art. 4º. O Princípio da ENTIDADE reconhece o Patrimônio como objeto da Contabilidade e afirma a autonomia patrimonial, a necessidade da diferenciação de um Patrimônio particular no universo dos patrimônios existentes, independentemente de pertencer a uma pessoa, um conjunto de pessoas, uma sociedade ou instituição de qualquer natureza ou finalidade, com ou sem fins lucrativos. Por consequência, nesta acepção, o Patrimônio não se confunde com aqueles dos seus sócios ou proprietários, no caso de sociedade ou instituição.”

Então é essencial que um empreendedor saiba controlar separadamente suas finanças pessoais e empresariais. É imprescindível muita organização na hora de tratar suas finanças, pois elas não podem se misturar. O principal objetivo do seu negócio/empresa é atrair lucro, que é obtido através da subtração da receita e dos gastos, e nesse processo não pode envolver finanças que não sejam as da empresa.

Dentro dessas finanças estão envolvidos custos e faturamentos. Os custos são gastos com produtos e serviços para a produção dos mesmos. Há dois tipos deles, os custos estratégicos e não estratégicos. Os estratégicos são custos que geram faturamento, e não devem ser cortados. E os não-estratégicos são aqueles que não geram lucro, mas são essenciais para o funcionamento do seu negócio. Esses custos envolvem funcionários, reposição de estoque, manutenção e outros serviços. Na maioria das vezes o faturamento pode surgir através de custos estratégicos.

Evite o acumulo de dívidas

Evitar o acumulo de dívidas é uma atividade óbvia que se deve aplicar quando se trata de como organizar suas finanças pessoais. Mas nem sempre é tão fácil quando aplicado na prática. Por isso é importante que tenha muita disciplina quando for tratar desse assunto. Algumas ações podem te ajudar a controlas suas finanças pessoais, confira abaixo:

  • É necessário gastar menos do que se ganha mensalmente, se necessário elabore um orçamento, e o cumpra;
  • Tome cuidado com o numero de parcelas no cartão de crédito e no financiamento, podem gerar juros altíssimos;
  • Ao ir ás comprar faça uma lista do que é essencial, e tente segui-la ao máximo, não fuja, ou compre coisas que não estão ali;
  • Evite muitos cartões de crédito, tenha um com um limite dentro das suas necessidades, dessa forma seu controle sobre suas finanças será maior;
  • Tenha objetivos em mente, assim você não saíra gastando além de suas necessidades.

Agora já sabe como organizar suas finanças pessoais! O que achou do post? Deixe seu comentário abaixo!

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here