Home Comportamento Como você se sente quando recebe crítica?

Como você se sente quando recebe crítica?

0
Compartilhe
critica-feedback

Pelo que percebo nas empresas, seja no setor público ou privado, as pessoas não gostam de ser avaliadas ou de receber críticas, pelo contrário, algumas odeiam. Como você se sente quando seu chefe ou patrão diz que você chegou atrasado, nem que sejam 5 minutos ao trabalho? Qual sua sensação quando alguém do seu serviço diz que você fala alto demais, e atrapalha? Ou que você é crítica demais, dá conselhos sem ter sido requisitado? Ou que você controla todos e tudo na empresa?

Seja sincero, ninguém está lendo seus pensamentos! As pesquisas de clima organizacional em pequenas e microempresas dizem que em geral os colaboradores reagem negativamente ao receber feedback, e levam sempre para o lado pessoal. Por que? Simples: pelo tipo de personalidade que elas têm. Algumas reagem com humildade, outras com indignação, outras ainda com agressividade. Você está em qual dos grupos? Há aquelas que neste momento dizem: “eu aceito a crítica ou “bronca”, desde que seja da pessoa certa, e for algo justo”.

Aí mora toda a questão. “Justo” para este tipo de pessoa é aquilo que ela julga como justo. As pessoas têm tendência a julgar a realidade do mundo, pela realidade dela! Se ela é corintiana ou vascaína, o mundo é preto e branco, ou se é palmeirense o mundo é verde, e assim por diante. Ela quer que os outros enxerguem como ela. E mais ainda, e algo que deveria ser ensinado desde criança às pessoas: você mostra seu verdadeiro caráter quando está sob estresse, crise, problema.

É nestas horas que o verdadeiro eu se externa

As pessoas neste momento, de raiva, ou tristeza, de frustração, de humilhação, soltam o bom e o ruim de si, e falam sem filtro. Quer saber o verdadeiro caráter de alguém? Veja-o trabalhando sob pressão, numa conversa, numa reunião, no momento em que tudo está pegando fogo. É fácil falar que “eu aceito crítica, nunca levo para o lado pessoal”, enquanto você está lendo este texto, e está tudo calmo.

Quero ver você falar isto quando num dia lotado colaboradores não vieram trabalhar e nem avisaram (com a desculpa de que alguém está passando mal em casa), quando há um cliente no balcão gritando e dizendo que vai processar você, e no mesmo dia o advogado de um ex-colaborador envia uma notificação extrajudicial para possível processo trabalhista. Você, neste dia, receberá uma crítica de seu cônjuge como? Ou de um cliente ou colaborador? É nestas horas que se conhece de verdade a pessoa.

lápis-stress

Isto vale ao patrão e empregado. Imagina o funcionário que brigou em casa cujo filho bateu em alguém na escola, e você foi chamado a conversar com a diretora, no mesmo dia roubaram seu bife da marmita e beberam sua coca-cola, e neste dia seu patrão lhe chama para dar um feedback dos atrasos rotineiros seus nas últimas semanas.

Você aceitará bem o feedback/crítica e tentará mudar?

Uma dica que se pode dar nestes momentos é parar, ir ao banheiro, a padaria, tomar um café, sozinho, e raciocinar após a poeira abaixar um pouco. O mundo não tem culpa dos seus problemas! Ninguém tem! Respirar profundamente funciona mesmo! E então pensar a seguinte coisa: o que faria no meu lugar alguém humilde? Explore as alternativas.

Por isso, pessoas nada ou pouco humildes odeiam este texto. Elas acreditam que para se conseguir ter sucesso na vida há que se ter certa prepotência, energia, ser agressivo! Elas se protegem na força que mostram ao mundo. Elas sofrem, tem dor de estômago, de pescoço, e ainda acham que os outros que não a entendem. A propósito: pessoas humildes raramente dão conselhos, dicas ou críticas construtivas, embora se preparem para receber. Ou seja, você está de fato preparado para receber feedbacks? Estar preparado exige estudo, método, horas de leituras e treinamento.

Marco Antonio Gioso
FMVZ-USP

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here