Home Comportamento Nosso maior inimigo

Nosso maior inimigo

0
Compartilhe
Nosso-maior-inimigo

Você já se deitou com seu inimigo? Já conversou com ele muito? Aliás, quanto do seu tempo você passa com ele? Sim, seu maior e pior inimigo é aquele diálogo que você tem consigo mesmo, o tal diálogo interno, ou seja, você passa a vida ao lado dele, ou dentro de você. Os estudos mostram que passamos neste diálogo 65% do tempo pensando no passado, 30% do tempo no futuro, e uns 5% no presente.

E pode refletir: quando se pensa no passado, os pensamentos são negativos, algo como: devia ter dito aquilo, não ter feito isto, não devia ter ido lá, aceito este emprego, este casamento, me arrependi, em geral passamos no passado, nos culpando. E quando se pensa no futuro a maior parte é preocupação de não conseguir pagar, crescer a empresa, ter clientes, ser feliz, ter dinheiro suficiente.

Pouco do nosso tempo é passado no aqui e agora

Nosso diálogo interno é cheio de preocupações e arrependimentos. O que ocorre pelo medo atávico que todo ser humano tem, e ajuda a nos preservar a vida, mas atrapalha nos pensamentos. Por isso, a maioria das pessoas são estressadas, pois o seu inimigo interno, seu sabotador, sempre desconfia das coisas, dos outros, não acredita que dará certo, que fez escolhas erradas, abriu negócios equivocados, e que o futuro é incerto e ruim. Ele acaba com nossa paz de espírito, nossa alegria. Por mais que tenhamos gente sadim ao nosso redor, negativas, o pior inimigo ainda é sua voz interna. Ela acaba com seus sonhos, suas conquistas.

Leia mais:

Como vencer a concorrência do seu pet shop

Como montar um pet shop de sucesso

Muitos não evoluem na empresa ou carreira porque o inimigo interno não deixa, não lhe permite se desamarrar, correr, partir para novos patamares. Você se pune, se sabota, se culpa o tempo todo. E, claramente, para quem estuda o comportamento humano, você arruma desculpas para seu insucesso, seus boicotes. Eles são projetados em alguém ou situação, e raramente em si mesmo. Vejo pessoas paradas na vida, em geral por algum episódio complicado do passado, um trauma, que trava seu progresso. Este sabotador é chamado por muitos religiosos de “encosto” ou mesmo “o diabo”. Seja que nome for, ele de fato atrapalha e muito sua evolução, seja física seja espiritual.

Saia da zona de conforto!

Encontrar maneiras novas de se livrar deles deveria ser sua meta para os próximos meses. Sair da mesmice, da vidinha corriqueira, da famosa zona de conforto. Pensa em colocar esta meta para os próximos meses. Leia mais sobre o assunto, pense em encontrar grupos de gente que lida com isto, e enfrentam seus inimigos internos. Eles são uma boa fonte de energia positiva, e de mudança. A decisão é sua!

Marco Antonio Gioso
FMVZ-USP

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here