Home Comportamento O que fazer quando há crise na empresa?

O que fazer quando há crise na empresa?

0
Compartilhe
O-que-fazer-quando-há-crise-na-empresa-

Dizem que um ótimo formador de equipe possui algumas características como saber delegar e entregar poder, ser voltado para resultados, ser orientado para o desenvolvimento geral e sabe lidar com crise na empresa. Saber delegar é difícil para alguns, pois em geral têm conceitos do tipo: “ quer fazer bem feito, faça você mesmo”; ou “até eu explicar, já fiz”. E assim, continuarão tendo dificuldades para delegar, pois sempre acreditam que o outro fará pior do que ele, sem a mesma qualidade, determinação.

É como se somente o empresário soubesse fazer tudo bem feito. Nas assessorias prestadas, percebemos que de fato o dono da empresa é o melhor. Então, quando ele conseguirá delegar tarefas se continuar agindo desta maneira? Vai reclamar o tempo todo, e controlar a todos. Se delegar é difícil, imagina entregar, isto é, deixar toda a tarefa nas mãos de outrem, sem “ficar em cima”. Só se faz isto quando se confia 100% em alguém.

O trabalho mental do dono da empresa é mudar seus paradigmas

Muitos microempresários são tão focados no dia a dia da empresa, no atendimento, que não tem tempo de ganhar dinheiro, isto é, planejar crescimento, estratégias. Vivem apagando incêndios. Quando vão ganhar dinheiro, crescer? Quais horas da semana você para pensar, refletir estrategicamente sua empresa? Não tem tempo para isto? Espere mais 10 anos e verá que somente piora. Prefere arregaçar as mangas hoje ou se arrepender no futuro? E a maioria não se volta ao desenvolvimento, o que consertaria as duas questões anteriores, delegação de poder, e orientação para resultados.

Desenvolver, basicamente significa orientar, educar e treinar. Os três ao mesmo tempo, ininterruptamente durante o resto da vida da empresa. Considero um treinamento de pelo menos 60 horas anuais em assuntos não-técnicos, como gestão, atendimento a clientes, relacionamento interpessoal.

Se considerarmos 40 horas semanais de trabalho na empresa, vezes 40 semanas de trabalho, teremos 1600 horas trabalhadas. Se usarmos 60 horas de treinamento anuais, isto significa menos de 4%. Se somarmos mais 60 horas de treinamento técnico, e reuniões, teremos ainda menos de 10%. Este tempo pode ser visto como custo ou investimento. Todas as empresas que vi crescerem nos últimos 5 anos, o conseguiram através da educação da equipe.

Saiba lidar com crise na empresa

Lidar com crise na empresa significa basicamente o empresário ser o porto seguro na hora do desconforto, lidar com a concorrência, do incêndio, do assalto, de um processo jurídico, acidente sério de trabalho, etc. São situações que nunca conseguimos prever, mas cujo risco é factível, logo, como você se prepara para quando estas eventualidades ocorrerem? Foge ou luta? Tudo depende de sua personalidade e preparo.

A maioria não se apercebe de nenhum deles, e sofre nos momentos críticos, deixando sua equipe à deriva. Nos momentos de crise na empresa não há que mentir, dizendo que tudo está bem, e que você sabe como resolver. Mas não se deve passar a sensação de descuido, de fuga da realidade, de abandono da situação, de desespero. Há que se passar de fato sensação de que o dono está cuidando com afinco do assunto e que a solução virá. Nestas horas um bom consultor pode ajudar, inclusive conversando com a equipe. Mãos à obra!

Marco Antonio Gioso
FMVZ-USP

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here