Home Marketing Quando propaganda não é mais necessária?

Quando propaganda não é mais necessária?

0
Compartilhe
quando-propaganda-não-é-mais-necessária

Entenda porque a propaganda deve ser contínua. Diria a Coca-Cola que nunca! Sim, pois vendem para bilhões de consumidores e vende um produto físico, commoddity, e tem bastante concorrentes. Vender serviços é diferente. Propaganda é paga, e é essencial em muitos estágios da empresa, em especial no começo. Há que se ficar conhecido, divulgar nos mais diversos meio da mídia. Sempre use pelo menos 3 meios de divulgação de uma vez e por pelo menos 6 meses, se possível, 12 meses ou mais.

Faça planejamento

Vender serviços em uma micro-empresa exige algo intangível, isto é, uma consulta não é algo concreto, um alimento que você come de fato, experimenta, e gosta ou nem tanto. Cada um sente o prazer individualmente.

Uma consulta pode ser abstrata

O que significa que o cliente precisa “acreditar” em você. Assim, o que você mais quer numa propagada é que eles entendam você como crédulo. Gerando credibilidade por anos a fio, a necessidade de propaganda começa a diminuir. O que começa a aumentar é a divulgação boca a boca, isto é, seus clientes passam a falar tão bem de você que aguça a curiosidade de todos, que acabarão por procurá-lo quando necessitarem.

Os órgãos de mídia também o procuram, falando de você ou da sua empresa, sem você precisar pagar nada! Isto se chama publicidade (uma propaganda não paga!). E vejo por vezes profissionais que odeiam imprensa, não gostam de repórteres! Perdem a chance de atrair clientes!

Gere credibilidade

O melhor dos mundos numa empresa é não precisar divulgá-la, pois sua agenda estará lotada. Isto leva tempo, pois você precisa gerar a tal credibilidade. A comunicação boca a boca é gerada em clientes encantados por você. Lembre-se, não apenas você, mas sua clínica fisicamente, e pela equipe.

Você, profissional pode encantar, mas sua recepcionista, seu enfermeiro, vendedor, nem tanto. Profissionais que atingem este patamar, nem mesmo precisam colocar placas na fachada; apenas um leve sinal, para que os clientes saibam que estão no lugar certo.

Não largue a divulgação e a comunicação com seus clientes

Quando se atinge este nível, não significa que se deve parar de fazer comunicação com seus clientes. Porque você deve fazê-la com os atuais, tratá-los bem, mantendo-os informados de novidades. Um website ou outros meios na internet, desde que usados diariamente, são ferramentas fundamentais, tanto para os clientes antigos, quanto para possíveis novos. É uma fonte relevante onde ele colherá informações de quem você é, o que faz e com quem faz!

Lembre-se da parte mais difícil desta fase. Tendo clientela enorme, o atendimento estará personalizado em você. Desculpe ser inconveniente, mas preciso dizer: você não viverá para todo o sempre aqui nesta terra, e poderá não ter a mesma saúde que tinha aos 30 anos! Ou ainda, não ter a mesma motivação de atender sempre e todo dia. Assim, deve-se fazer um planejamento para os tempos de despersonalização do atendimento de você. Não se culpe se não tem mais tanta vontade em atender ou em administrar. Isto varia de profissional, e o mais importante é construir sua visão para estes tempos.

Marco Antonio Gioso
FMVZ-USP

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here