Home Comportamento Sete motivos para você despedir um empregado

Sete motivos para você despedir um empregado

0
Compartilhe
como-demitir-funcionario

Motivos para você despedir um empregado: conheça cada um

Se você não sabe quais são os motivos para você despedir um empregado?

Se você não sabe diferenciar um funcionário que precisa de ajuda e quer aprender, de um funcionário que não tem mais chances de fazer parte de sua equipe, este artigo é para você.

Não importa se você tem uma empresa de pequeno, médio ou grande porte no segmento pet. Um funcionário ruim prejudica todo o sistema de trabalho. Acredite.

O ideal é mantê-lo fora de sua empresa. Por isso, listamos os sete motivos para você despedir um empregado e garantir o sucesso de seu negócio pet. Confira:

1. Quando não há empatia

Como líder, você precisa ter empatia com seus colaboradores. Se esse sentimento não existe, não há porque continuar com eles. Para que uma empresa tenha sucesso é preciso empenho de todos, respeito e também sinergia.

Muitas vezes é muito difícil conhecer o empregado já na contratação. Por isso, há várias dicas para que você conduza o processo de contratação de forma a não ter problemas. Sobre este assunto nós falamos no artigo Como gerir colaboradores

2. Quando a produtividade é muito baixa

produtividade-baixa

É bem verdade que há momentos em que a produtividade pode diminuir. Às vezes uma atividade torna-se maior e mais demorada do que foi prevista inicialmente. No entanto, se isso se tornar comum em sua empresa e não houver um motivo aparente, significa que seu funcionário está relaxando em suas funções ou não possui as habilidades necessárias para exercer tal papel.

Outro mau sinal é quando o empregado recorre constantemente aos colegas de trabalho para lhe dar assistência em suas atividades. Se isso ocorre, então, é hora de deixar o empregado ir embora.

3. Quando questiona demais, mas não tem argumentos

Se há um funcionário que está sempre argumentando com você, com os colegas de trabalho e até mesmo com os clientes, isto não é um bom sinal. E sabe por quê? Porque vai acabar em uma grande confusão.

Este tipo de comportamento não é apenas assustador, mas também cria um ambiente de trabalho desconfortável e hostil para os outros funcionários. Logo, mande essa pessoa embora antes que a situação piore.

4. Quando provoca fofocas e intrigas

quando-provoca-fofocas-intrigas

Saiba que este tipo de funcionário pode trazer sérios danos ao seu local de trabalho. São pessoas que espalham fofocas, rumores. Gostam de fazer intrigas entre os colegas além de jogá-los uns contra os outros. Ele necessariamente precisa estar fora da sua empresa.

5. Quando não está tentando melhorar

Errar é humano, mas permanecer no erro é defeito. Essa frase popular aplica-se também à realidade de sua empresa. Se seu funcionário erra uma vez, você deve corrigi-lo e seguir em frente. Mas se a situação continua e o profissional não faz nenhum esforço para corrigir seu erro após os feedbacks, então está na hora de demiti-lo.

6. Quando não aceita mudanças

quando-nao-aceita-mudancas

As empresas geralmente passam por mudanças, sejam nas regras, na dinâmica de trabalho, a fim de melhorar seus desempenhos profissionais e financeiros. Sendo assim, o funcionário precisa estar aberto a este momento e, melhor, determinado para aperfeiçoar suas habilidades, se isto for para o bem da empresa.

Mas se isso não ocorrer será muito difícil continuar com uma pessoa que vai de encontro à nova proposta de sua empresa. Mantê-la só lhe trará aborrecimentos.

7. Quando os clientes e fornecedores estão reclamando

Você sabia que mais de 80% dos clientes não retornam à empresa ou deixam de comprar porque tiveram uma péssima experiência de compra? Além disso, um cliente insatisfeito vai dizer para 9 a 15 pessoas sobre sua experiência.

Em outras palavras, você tem que manter seus clientes satisfeitos. Se você estiver recebendo reclamações deles a respeito de um funcionário, resolva essa situação urgentemente.

O mesmo aplica-se com relação às reclamações dos fornecedores. Você acredita que eles querem fazer negócios com uma empresa cujos funcionários são rudes ou apáticos? Pense nisso!

Recapitulando

Você leu neste artigo os sete motivos para você despedir um empregado:

  • Quando não há empatia
  • Quando a produtividade é muito baixa
  • Quando questiona demais, mas não tem argumentos
  • Quando provoca fofocas e intrigas
  • Quando não está tentando melhorar
  • Quando não aceita mudanças
  • Quando os clientes e fornecedores estão reclamando

Além dessas dicas infalíveis você precisa também ser um gestor capacitado para lidar com as demais situações em seu negócio, seja ele pet shop, clínica ou hospital veterinário.

Por isso, nós queremos lhe convidar a fazer parte de um grupo seleto que receberá informações exclusivas e poderosas para aumentar o desempenho de seu negócio pet fazendo de você um profissional bem sucedido.

Nós estamos falando da Clínica Empreendedora, uma consultoria realizada pelos melhores e mais gabaritados profissionais do segmento, muitos, inclusive, com mais de 30 anos de atuação em gestão e marketing para pet shops, clínicas ou hospitais veterinários.

Se você quer alcançar um novo patamar profissional e financeiro o caminho é esse.

Comece hoje a sua nova etapa de vida. Basta clicar no nosso E-book “7 Dicas e ½ para Fazer Sua Empresa do Setor Pet Dar Certo” e começar já a sua nova trajetória para o sucesso.

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here